Travis conta mais sobre seu álbum solo em nova entrevista

Autor Por brunobld em 20/03/2011

Na tarde do último dia 17, o site americano Artistic Direct publicou uma entrevista com Travis Barker, sobre o lançamento de seu álbum solo. Passando do Hip Hop (RZA, Lil Wayne, Raekwon) até Corey Taylor do Slipknot, Barker ainda revela toda sua admiração pelos parceiros que o ajudaram em seu novo projeto solo. Confira a tradução:

Você é como um diretor de cinema montando todo um elenco – Corey Taylor, Slash, RZA, Kid Cudi, para sua produção. Você encarou o The Drummer dessa maneira?

Wow, essa é uma maneira interessante de encarar isto. Eu gostaria de ter pensado nisso, mas é assim que eu encaro e me sinto sobre isso também.

O que liga tudo isso à você?

Eu não tive ninguém no álbum que eu não conhecia, não estava familiarizado, ou não era meu amigo. Para mim, eu seria capaz de ser criativo e produzir todas as músicas para este álbum, mas juntei todos os meus MCs favoritos, ou amigos, para fazer rap ou cantar nele.

O que mais te excita sobre o concurso Guitar Center?

É pensando sobre o quão ruim eu era quando jovem e que seria apropriado para mim [risos]. Gostaria de tentar duramente para interagir com o meu artista favorito ou até mesmo levá-lo para ouvir a minha banda, e também produzi-lo. Eu realmente acho que é legal, Guitar Center faz isso e olha para as bandas jovens e lhes dá uma oportunidade como essa.

Em termos de ir para o estúdio com o vencedor, você se vincula qualquer pessoa musicalmente? É a química natural?

Eu acho que só depende da pessoa. Você é mais compatível com algumas pessoas no estúdio do que você é com outras pessoas, dependendo do que seu fundo é, a experiência é, e nível. Eu estou apenas interessado no que a banda vai ser assim. Será que vai ser uma banda ou um artista? Eu não posso esperar para ver o que é.

Você se lembra do primeiro equipamento que comprou na Guitar Center?

Sim [risos]. Lembro-me de ir lá e dizer: “Puxa, eu quero todas essas coisas, mas é tão caro.

Qual é a história por trás de “Raw Shit” com Tech N9ne?

Sua cadência é tão percussiva A cadência de suas batidas são sempre assim. Ele foi a primeira pessoa a chegar a esse caminho..Ele fez um verso, e há pouca coisa pré-refrão que ele fez sozinho.Não era realmente um pré-refrão. Tech é um monstro!. Eu vou estar escutando rádio, e eu vou ouvir algo que eu nunca ouvi feito por ele antes. Vou bater nele e vai ser como “Cara, isso é o que me colocou no plano!” [Risos] Ele tem todas essas histórias. Ele veio rígido.

Será que você e Corey Taylor tem uma visão em conjunto para “On My Own”?

Nós tínhamos feito dois shows Camp Freddy juntos, e eu fiquei realmente impressionado. Eu estava refletindo em como bom cantor ele é. Falámos sobre o meu álbum. A próxima coisa você sabe, ele está no estúdio. Nós escrevemos, gravamos e cantamos essa música em um dia. Ele é talentoso, cara. Ele foi completamente original.

Se você fosse comparar Give The Drummer à algum filme ou alguma série de filmes, a qual compararia?

Eu queria fazer isso. Eu queria que houvesse pontos altos onde você quisesse bater em alguém ou algo assim para, em seguida, músicas suaves, acalma. Eu não sei se eu tenho um filme para compará-lo. Meu filme favorito de todos os tempos é True Romance, por isso espero que ele possa servir de trilha sonora para algo do tipo.

Além disso, no site você pode conferir o vídeo na íntegra da entrevista (infelizmente em inglês), clicando aqui.

E quem nos mandou esta notícia foi a Ana Lima, que também está compondo o time de notícias do Action182. Em breve, ela (Ana), Danim e Nath, postarão notícias sobre todo o mundo em volta do blink-182 junto com Rutinha, Colombia e Pan. Bem-vinda Ana!