Tom não tem vontade de reunir o Blink!

Autor Por brunobld em 24/07/2008

Não é mais surpresa pra ninguém que Tom DeLonge está muito satisfeito e realizado no Angels & Airwaves, mas acho que vamos ter que continuar lendo por aí que sua vontade de reunir o Blink-182 ainda está escassa, pois em todas as reportagens esse tipo de declaração insiste em aparecer. Em entrevista para a Spinner, não foi diferente. Confira!

Tom DeLonge não tem vontade de reunir o Blink-182

“Eu não tenho desejo algum de voltar a tocar no Blink-182,” disse Tom DeLonge, líder formador e guitarrista do Blink 182 e agora Angels & Airwaves, para a Spinner. “Quando você começa como um adolescente você tem prioridades diferentes. Eu não poderia ser o pai e marido que quero ser do jeito que o Blink estava agindo. Eu queria fazer uma arte diferente na minha vida. Eu precisava estar cercado de pessoas diferentes.”

A separação de DeLonge, em 2005 – oficialmente chamada de hiatus – dos companheiros do membros do Blink, o baixista Mark Hoppus e o baterista Travis Barker, não foi nada bonita. Hoppus e Barker formaram uma nova banda, +44, e escreveram “No It Isn’t,” uma música sarcástica direcionada a DeLonge, a qual começa “Por favor entenda, isso não é apenas um adeus/Isso é um ‘eu não suporto você’.” Barker citou em uma entrevista no NME, no dia 21 de setembro de 2006, dizendo que a música era “absolutamente sobre o fim do Blink-182. Foi um caso clássico de algo ruim acontecendo e todos ao seu redor não te contando qual era o negócio.

Apesar das observações musicais e verbais agressivas entre os dois parceiros, DeLonge disse que não guarda nenhum rancor dos velhos companheiros de banda, e que sua banda atual, Angels and Airwaves, é “tudo que eu sempre quis fazer.”

DeLonge registrou a produção do mais recente álbum do Angels and Airwaves, ‘I-Empire’, em um novo documentário, titulado ‘Start The Machine’, o qual também mostra DeLonge revelando seu vício em analgésicos, assim como sua história por trás da separação do Blink.

“[O filme] se tornou um documentário de mudança na minha vida pessoal,” disse DeLonge. “Começou como um documentário da produção do álbum, mas muita coisa aconteceu nos últimos dois anos.” DeLonge acrescenta que o Angels and Airwaves, assim como seus álbuns, estão em uma missão maior. “É sobre mudar o mundo,” diz ele. “É sobre fazer tudo que você quer fazer. E isso me anima.”

Link da entrevista: http://www.spinner.com/2008/06/27/tom-delonge-has-no-desire-to-reunite-with-blink-182/

Nathália Behne @ Action182