Até que ponto chega o fanatismo?

Autor Por brunobld em 11/12/2008

Faz algum tempo já que não escrevo aqui, mas o que me inspirou para esta coluna foram alguns fatos que acontecem nos comentários do site.

Ser fanático é bom? No meu ponto de vista, não. Para nenhum assunto, mas não conseguimos frear esse sentimento, que é liderado pela emoção, a exemplos do futebol e seus torcedores mais loucos que fazem coisas que beiram a loucura, tudo por causa de que?

Fanatismo.

Quanto mais o site cresce, mais pessoas interagem com o site, porém nem todas sabem respeitar o próximo, o que tem de discussão nos comentários, é brincadeira, e infelizmente não tenho tempo de moderar tudo. Até porque geralmente elas se situam em posts anteriores.

E aí o bixo pega, a internet esconde as faces, as reais identidades e por causa disso muitas pessoas se escondem atrás dessa telinha e se aproveitam.

Se escondem, criam fakes, mudam de nome, e xingam. Tentam causar mal estar ao próximo e quando veêm o circo pegar fogo, dão risada.

Que feio, você faz isso por fanatismo ou por ser mau caráter mesmo?

E quantas discussões eu já vi onde duas pessoas debatem quem é mais fã ou quem não é? Não dá para contar nos dedos da mão.

E o outro lado do fanatismo, onde a pessoa não faz mal ao próximo, mas sim mal a ela própria, talvez isso seja até pior, não acha?

De tão fanática que ela é acaba não vendo algumas coisas na vida, acha algumas coisas sobre outros assuntos e segue nisso a fundo, às vezes e quase sempre, não sendo bom para ela.

Todos nós somos fanáticos com alguma coisa, mas o ideal seria dosar, mas a gente consegue!?

Espero que gostem da coluna e também dos outros colunistas, estou preparando surpresas para vocês e espero em breve apresentar mais algumas pessoas interessantes para escreverem aqui no Action182.com.

E por favor, deêm suas opiniões e comentem sobre as colunas… minha próxima coluna será mais ou menos com este mesmo assunto mas com um titulo polêmico e que vai causar muita discussão, mas espero que gostem!

BRUNO CLOZEL (BLD) tem 20 anos, é Designer, proprietário do Action182, tem fascínio por música e bateria e sonha tornar o Action182 uma referência em fan-sites sobre bandas e ser pioneiro em projetos mais avançados e criando um forte grupo de comunicações entre o mesmo.