City (Comma) State: Mark, Travis?

Autor Por rutinha em 06/09/2010

Numa entrevista ao site tcdcmedia.com, Justin Siegel(baixo) e Joanna Pacitti(vocal) falaram sobre o Mark, Travis e outras coisas… Confira abaixo algumas partes da entrevista:

Vocês lançaram sua primeira música “City of Dreams” no Absolutepunk.net, com um pouco de reações diversas, até mesmo de ódio desnecessárias. Como você acha que a reação tem sido?

Joanna: Eu acho que realmente estávamos do tipo preparados para isso, porque as pessoas sabiam que Mark Hoppus estava envolvido. Todo mundo está tão animado com o novo álbum do Blink, eu quero dizer que eu estava também – muito animada. Nós meio que nos preparamos, mas além do ódio, recebemos uma grande quantidade de feedback positivo.

Justin: Sim, quero dizer – Eu estou realmente feliz com a reação, você sabe? Positiva ou negativa, as crianças estão falando sobre isso.

Eu sei que Alex Gaskarth e Mark Hoppus escreveram algumas das canções com vocês. Como foi trabalhar com eles?

Joanna: Uma coisa que tem acontecido desde o dia 1 deste projeto é que tudo se encaixou, nós nunca forçamos nada. Com Mark, nós estávamos no estúdio um dia e ele passou a ouvir as nossas coisas desde o começo e gostou muito, que é tipo como ele se envolveu. Com Alex, o mesmo tipo de coisa aconteceu. Nós trabalhamos em algumas canções que Mark e Alex começaram e nós terminamos com eles. Certa noite estávamos todos saindo e aconteceu às 5 da manhã e nós dissemos: “Ei, vamos terminar essa música”. Nós nunca conversamos sobre isso, meio que por acaso.

Há uma demo de 30 segundos com Mark Hoppus no vocal chamada “Barely Breathing”. Você pode nos contar um pouco sobre isso?

Justin: Essa música realmente se chama “You Crush My Heart”. Nós estávamos apenas tentando algumas coisas no estúdio, mas a versão com a sua voz não estará no álbum, infelizmente.

Há um monte de boatos que Travis Barker aparecerá no álbum. É verdade?

Joanna: Não, eu gostaria, haha. Desculpa Justin! Justin está tocando bateria na gravação, mas ele está tocando baixo ao vivo.

_______________________________________________________________________________