blink-182: 20 anos em 20 fatos – Jerry Finn, o quarto membro

Autor Por Márcio Medeiros em 24/08/2012

“Gravar pode ser bem monótono, mas, pelo menos, nós podemos rir com Jerry. Um dia típico de gravação pode ter várias tarefas para serem feitas em uma parte de uma música, mas depois todos nós podemos ficar pelados e pular em cima de Jerry”, disse Mark no livro Tales From Beneath Your Mom sobre o produtor Jerry Finn.

O blink-182 conheceu Jerry quando a banda gravou a música “Mutt” para o filme American Pie. A canção ficou tão incrível que, quando o trio entrou no estúdio para gravar o Enema of The State em 1999, a escolha foi trabalhar com ele novamente. No livro já citado, Tom disse o seguinte se referindo ao produtor: “Nós escolhemos nunca mais trabalhar com outra pessoa”. E foi o que aconteceu.

Nasceu ali uma relação que durou quase 10 anos. Além do EOTS, Jerry produziu o The Mark, Tom and Travis Show (The Enema Strikes Back!), o Take Off Your Pants and Jacket, o único album do Box Car Racer, o Self-Titled, o Greatest Hits do blink-182 e o When Your Heart Stops Beating do +44.

Porém, no dia 21 de agosto de 2008, com 38 anos de idade, Jerry Finn faleceu após ter sofrido uma hemorragia cerebral. Ele viveu algumas semanas com a ajuda de aparelhos e, visto que ele havia sofrido danos graves e ficaria profundamente deficiente e dependente para o resto de sua vida, sua família optou por desligá-los sabendo que ele não gostaria de viver desse jeito.

Sempre como um trio, o blink-182, durante aqueles 10 anos, teve um quarto membro, considerado pelos próprios integrantes, e ele era o Jerry Finn.

Um dia após o acontecido, Mark escreveu em seu blog que o mundo ficava menos musical com a morte de Jerry.

Esse foi o primeiro fato que culminou com o retorno do blink-182. Amanhã você confere o segundo fato, e tão triste quanto este, que fez com que Mark, Tom e Travis voltassem a se falar.