Tom DeLonge: Entrevista para a revista Kerrang!

Autor Por Danilo Guarniero em 13/01/2010

Confira a entrevista do Tom para a revista Kerrang, falando sobre LOVE:

Como o novo álbum está soando?
Está soando bem e nós estamos muito animados que nós pudemos finalizar o álbum e o filme, o que é bem diferente do que nós já fizemos no passado. Foi muito mais desafiador, porém nos deixou livres para sermos mais ambiciosos do que nunca. As músicas estão mais compostas do que músicas tradicionais que nós fizemos no passado. É algo que todos os envolvidos estão muito animados.

O filme começou como documentário no We Don’t Need To Whisper. Como ele chegou nesse resultado de agora?
Desde que nós começamos nós queríamos um filme. Começamos o documentário e tivemos algumas coisas interessantes e depois começamos a filmar coisas pensando em misturar documentário com filme. Depois finalmente ele pegou uma forma e uma história e nós dividimos os dois projetos. Nós começamos a filmar as cenas e vinhetas que poderiam entrar na história e começou muito bem. Começamos a nos animar com as diferentes possibilidades de expansão do significado e filosofia da banda.

O álbum e o filme trabalham separadamente ou foram feitos para serem apreciados juntos?
Você pode ouvir o álbum sem assistir ao filme, mas eles foram feitos para serem combinados. A música não é colocada no filme em ordem cronológica – muitos fizeram referência ao The Wall do Pink Floyd, mas não é a mesma coisa, já que o filme The Wall segue diretamente o álbum. Com LOVE, a música não é necessariamente o foco principal do filme. Fizemos isso para que todos saibam que o Angels & Airwaves é tão interessado em cinema quanto em música. Queremos aplicar nossa arte de várias formas diferentes, assim não ficamos presos em apenas uma coisa. Mesmo que já tenhamos gravado vários álbuns no passado, quem sabe o que faremos no futuro?

Quais são as inspirações líricas para este álbum?
As letras das músicas refletem o filme. O álbum inteiro é chamado LOVE, o filme é chamado LOVE. Basicamente o que estamos tentando fazer é usar todos os significados diferentes dessa palavra e tudo no que ela implica em vários contextos.

A data estava originalmente marcada para dezembro, mas agora será lançado no dia dos namorados. Isso foi bem inteligente…
Não tinha como tê-lo pronto no Natal por causa da turnê com o Blink. E faz total sentido com o nome do álbum a data que ele será lançado. O filme irá estrear dia 14 de fevereiro também, mas não será lançado nos cinemas até a nossa turnê na primavera. Estamos tentando finalizar os mínimos detalhes agora. Deu muito mais trabalho terminar a edição e os efeitos especiais do que num álbum normal. É animador, mas agora eu sei porque ninguém fez algo assim antes – é muito trabalho!

E o álbum, será lançado para download gratuitamente, não é?
O álbum completo será de graça. A partir de 14 de fevereiro o álbum estará disponível para todos baixarem e isso tirou um peso enorme das minhas costas, pra falar a verdade. Normalmente você fica muito preocupado pelo seu material vazar e essas coisas, mas agora eu não ligo e estou dando de graça esperando superar o que eu nunca teria vendido.