Self-Titled completa 10 anos em 2013

Autor Por Mona em 04/02/2013

O Alter The Press preparou uma lista com os 10 álbuns que completam 10 anos em 2013, e seria uma boa ideia se as bandas responsáveis pelos mesmos fizessem uma turnê especial para isso.

A lista foi denominada 10 turnês de 10º aniversário que gostaríamos de ver, e o Blink-182 (Self-Titled) ocupa a primeira posição, segundo James Tremain.

No fim de 2003, você ainda não podia ouvir a maior parte de um álbum sem comprá-lo, então ao comprar um álbum, você o ouvia pela primeira vez – e eu fui surpreendido. Onde estavam as músicas sobre pinto? E as músicas sobre quão ruim era o colegial, e como as garotas são irritantes? O blink-182 amadureceu e desafiou todos os seus fãs?

Compare as letras de 2001, no Take Off Your Pants and Jacket (“it’s Labor Day and my Grandpa just ate seven fucking hotdogs/and he shit his pants”) com as presentes no Blink-182 (“I’m talking to the ceiling/my life just lost all meaning”). Claramente, as coisas não estavam bem na banda.

Eu, com 13 anos, não apreciei (queria piadas sobre pinto), mas com o passar dos anos meu respeito por esse álbum só cresceu. Ele me apresentou à ideia de que pop-punk não precisa necessariamente ser idiota e ter apenas uma dimensão. Em 2003, foi um álbum muito corajoso.

Self-Titled é único no catálogo da banda. Tem músicas rápidas como “Feeling This”, “Go” e “Violence”, mas também músicas mais profundas como “Always”, “Down” e “I Miss You”. Ele me traz mais memórias do que qualquer outro álbum que eu possa lembrar.

Caso eles tocassem “All Of This”, eu poderia ver Robert Smith pessoalmente. Para uma criança de 14 anos, ele é um cara bizarro que canta em uma banda chata (desculpe); agora, com 23 anos o aprecia. Stockhom Syndrome é o auge do trio, provavelmente a música mais pesada e o dueto entre Tom e Mark nunca soou tão bem. Com essa música, podemos perceber uma visão única da amizade dos dois, a parceria que sempre foi o coração de tudo que o blink-182 já fez.

Blink-182 (Self-Titled) mostra a banda que procurava por um significado, e provavelmente é a razão pela qual eles ainda estão na ativa. A chance de ver essa paixão e honestidade – o lado mais obscuro e verdadeiro do blink-182 – é uma coisa que eu aceito.

blink-182 self titled

Para conferir a lista completa, com todos os álbuns que completam 10 anos em 2013, clique aqui.