Relembre a entrevista de Mark Hoppus e Tom DeLonge para o Google

Autor Por Danilo Guarniero em 25/09/2015

maxresdefault

É fato, os membros do blink-182 são grandes influenciadores no meio digital.

Mark Hoppus é adepto à maioria das redes sociais, sendo que sua favorita é o Twitter (como já provamos na lista de melhores tweets dele, parte 1 e parte 2), mas até no Google+ o baixista chegou a se aventurar e a fazer vários hangouts com seus fãs.

O Tom também não fica pra trás e usa as redes sociais para divulgar seus diversos projetos tanto com o blink-182 (na época em que ainda estava na banda) como com o AVA e a sua companhia de entretenimento chamada To The Stars, que tem a internet como seu principal pilar de comunicação. Ah, nas horas vagas, Tom DeLonge usa a internet para ser estranho.

Na época do lançamento do disco Neighborhoods e da Honda Civic Tour em 2011, Mark e Tom deram uma passada em um evento do Google para conversar sobre a banda e, principalmente, sobre tecnologia e mídias sociais.

Nessa entrevista, eles falaram sobre suas primeiras experiências com a internet. Tom DeLonge contou: “Mark, lembra a primeira vez que eu te perguntei sobre a internet? Eu tava no quarto do Mark e ficava me perguntando ‘mas que porra é essa de internet?’,” começa Tom. “Era tão recente naquela época. E ele disse que eu poderia pegar qualquer coisa, digitar sobre ela e aparece informações sobre ela. Por exemplo, o Mark pegou uma fita adesiva, olhou atrás da fita adesiva e tinha algo como ‘fitaadesiva.com’. Eu só conseguia me perguntar o motivo de alguém buscar informação sobre uma fita. Outra coisa que eu fiz depois que eu comprei um computador foi pesquisar sobre OVNIs”.

Mark Hoppus também relembrou suas primeiras experiências com a internet. “Eu acabei caindo na home page da Organização Mundial de Saúde sobre diarreia. Foi o primeiro site que eu visitei. Minha irmã tinha me falado sobre ela e dizia que a gente podia pesquisar qualquer coisa, então eu pedi pra ela pesquisar ‘diarreia’.”

Aos 27:34, uma pessoa da plateia faz uma pergunta que interessa muitos fãs brasileiros e sul americanos em geral: “caras, por que vocês nunca foram para a America do Sul?”

Tom DeLonge começa respondendo: “Nós tentamos. Tínhamos um monte de coisas marcadas anos atrás e essa é a meta. É só questão de ir pra lá na hora certa. Porque, quando você lança um disco, existem alguns lugares que você precisa estar em determinados momentos, sabe. Então eles começaram a mapear o mundo todo. E acho que já passou da hora de irmos pra lá.”

O cara da plateia ainda complementa com “vocês têm uma base de fãs muito grande na America do Sul,” e o próprio Mark reconhece isso, dizendo que são “muito sortudos”.

“Brasil e a America do Sul em geral são apaixonados por nós, mas nunca fizemos uma turnê lá. Acho que quando começamos era excessivamente caro para irmos,  e quando era pra irmos estávamos fazendo turnês em outros lugares.”

Bom, estamos em 2015 e não mudou muita coisa dessa situação chamada blink-182 na América do Sul, infelizmente.

Assista a entrevista completa abaixo (sem legendas)