Pneus irregulares são a causa do acidente de Travis Barker!

Autor Por Márcio Medeiros em 10/04/2010

Depois de quase 2 anos, foi concluída a investigação sobre o acidente aéreo no qual, Travis Barker e DJ AM sobreviveram e mais 4 pessoas morreram, ocorrido na cidade de Columbia, Carolina do Sul.

Confira o que o site da Spinner escreveu sobre o assunto:

“Pneus sub-inflados foram a causa da queda do avião Learjet que causou a morte de quatro pessoas e feriu gravemente o baterista do Blink-182, Travis Barker, e Adam Goldstein, o DJ AM, em setembro de 2008, os investigadores de segurança concluíram a investigação nesta terça-feira, 6 de abril.

O Conselho de Segurança de Transporte norte-americano falou que o comandante do avião também cometeu erros, informou a Associated Press.

Os investigadores disseram que, por suas estimativas, os pneus do avião não haviam sido verificados há três semanas. Eles também revelaram que os pneus deviam ter sido alterados, após oito dias de serviço.

Também transpareceu que o piloto tenha tomado à decisão errada para abortar a decolagem em Columbia. Todos os quatro pneus do avião explodiram segundos depois, quando o avião atingiu uma velocidade de 150 mph (240 km/h) na pista. Os investigadores disseram acreditar que o avião tinha, nesta fase, superado a velocidade máxima permitida de abortar facilmente a decolagem.

Barker e DJ AM – nome verdadeiro de Adam Goldstein – foram os únicos sobreviventes do acidente e ambos sofreram queimaduras graves. Tragicamente, Goldstein morreu um ano depois por causa de uma overdose.”

As famílias de Travis e DJ AM chegaram a um acordo legal com várias empresas aéreas que tinham envolvimento no Learjet. A família do DJ AM ainda acusa as empresas de homicídio, pelo fato de que o acidente deixou o DJ AM com sérios problemas com drogas. A família entrou com uma ação de 20 milhões de dólares sobre as empresas aéreas envolvidas.