Novo filme do Blink-182 a caminho?

Autor Por Márcio Medeiros em 08/12/2009

Flores tem 24 anos, é um cineasta que cresceu em San Diego, Califórnia. Ao idolatrar a música e as brincadeiras de Mark, Tom e Travis e também após de assistir o filme estadunidense “”Lords of Dogtown”” em 2005. Ele pensou que alguém deveria fazer um filme sobre primórdios da banda. E esse alguém, deveria ser ele.

Eu assisti o filme e pensei: Os caras do Blink-182 merecem um filme sobre eles. Eles tem uma vida incrível, e são uma das minhas bandas preferidas. Então, a idéia ficou na minha cabeça. E durante o verão – coincidentemente ou não, bem na época da turnê do blink – meus amigos e eu começamos a escrever um roteiro sobre o começo e recomeço da banda.” Flores conta a MTV News.

O filme segue as aventuras de Tom DeLonge, Mark Hoppus, e originalmente, o baterista Scott Raynor. Conta a historia da banda que começou tocando em garagem, e lentamente, começaram a fazer pequenos shows e ganharem aos poucos alguns fãs. Ele também conta sobre dois períodos – a saída do Scott em 1998 – e a entrada do Travis logo em seguida, formando o blink-182 que conhecemos hoje e é adorado por uma legião de fãs.

Determinado a fazer o filme o mais preciso possível, Flores e seus amigos passaram a maior parte dos anos entrevistando fãs que compareceram nos primeiros shows da banda, eles também contam com as informações do livro “Tales From Beneath Your Mom” – biografia escrita pela irmã do Mark, Anne Hoppus. Eles também estão tentando entrar em contato com alguns produtores do blink, com a esperança de garantir os direitos autorais para reproduzir músicas da banda no filme. Até agora, nenhuma sorte.

Estamos tentando entrar em contato com produtores, ou até mesmo com os integrantes, porque gostaríamos de usar suas musicas no filme”, disse Flores. “Ou talvez a gente pudesse pedir para eles fazerem uma participação especial no filme.

Apesar das varias tentativas, nenhuma delas foi bem sucedidas pela imprensa à tempo.

Mesmo sem a autorização, Flores ainda planeja em fazer o filme. “Nós não vamos desistir de incluir as músicas do blink no filme.” Disse, e como tal, ele começou a correr atrás disso, colocando anúncios no Craiglist, na esperança de completar todo o elenco. Tudo estava normal até que um desses anúncios acabaram sendo ligados ao AbsolutoPunk.net, que de repente fez do pequeno filme independente a uma grande noticia que acabou atraindo a ira de uma grande parte dos fãs da banda.

Estávamos recebendo uma grande quantidade de e-mails ofensivos, de pessoas nos perguntando por que nós estamos fazendo um filme, se os caras ainda estão vivos e dizendo que vamos sair por ai criando historias, como se acompanhássemos a banda desde seu começo. Eu tentei dizer-lhes que também sou um grande fã de blink-182 e que estou dando o meu melhor para não f*** toda historia. Estamos recebendo a ajuda de vários fãs que acompanharam a banda desde o inicio. Queremos fazer o filme direito.

Assim, com o apoio de algumas pessoas, e um orçamento de 55.000 dólares, Flores continua na espera de começar o mais rápido o filme. O plano é de começar a filmar em abril, e com sua equipe, está começando a ocupar tais locações. Eles também não estavam na esperança de tocar uma, ou duas canções do blink. A MTV ao entrou em contato com o Mark Hoppus, que disse por email que não fazia nenhuma idéia desse filme.

Mesmo com tudo dando errado, Flores ainda não desistiu de realizar seu sonho.