Mark Hoppus fala sobre blink-182 ser uma banda independente

Autor Por Mona em 24/10/2012

De acordo com MTV News, o fim do contrato do blink-182 com a Interscope Records foi um tanto quanto sem cerimônias, depois de 15 anos de trabalhos com o grupo Universal Music. O anúncio e a escolha da foto postada por Tom DeLonge (Mel Gibson gritando ‘Liberdade!), levaram a concluir que a separação não foi das mais agradáveis.

O site questionou Mark Hoppus via e-mail sobre a questão, e sua reposta foi:

“Sim, de fato não estamos mais com a Interscope. Foi uma longa e incrível jornada, começando com a Cargo, depois MCA, Geffen e finalmente Interscope, mas é hora de seguir em frente,” ele escreveu. “Os motivos para não trabalharmos mais juntos são muitos e variados, mas acima de tudo, desejamos sorte em seus futuros trabalhos, e agradecemos aqueles que trabalharam muito pelo blink-182 ao longo dos anos”.

Mark também contou que ele e seus companheiros de banda estão empolgados para a nova fase de suas carreiras, e que planejam continuar compondo até o fim do ano, e depois da turnê na Austrália em fevereiro, finalmente começar as gravações. “Assim que o álbum estiver pronto, a banda irá analisar suas opções”.

“Independente de qualquer gravadora, para ser honesto, estávamos ansiosos pela palavra final de nossos advogados, confirmando que nosso contrato com a Interscope havia acabado. Agora o futuro está de portas abertas”, Hoppus escreveu, “Somos sortudos por estarmos onde estamos depois de 20 anos, podemos ser independentes, e estamos abertos para todas as opções. É  muito empolgante. Sinto que nossa banda está em seu melhor momento, como não ficava em muito tempo. Quero dizer, olhe só para o meu cabelo”.