Mark Hoppus é o herói do meio-ambiente!

Autor Por Danilo Guarniero em 04/08/2009

O Mark deu uma entrevista ao site shiftyourhabit.com, falando um pouco sobre seus hábitos e o que ele faz para preservar o planeta em que vivemos. Confira a tradução:

Ocupação: Músico, produtor, bobo da corte.

Primeiro emprego: No little caesar’s pizza, que durou umas duas semanas.

Minha mudança de hábito é: Eu penso na minha mudança de hábito como se fosse um video-game. Eu progrido um pouco mais a cada dia, e de repente eu estou lutando com um dragão branco para controlar o universo. Ou eu estou ajudando a salvar a água e reduzir o desperdício. De qualquer forma, é assim que funciona pra mim.

PRIMEIRA FASE: NÍVEL INICIANTE
Eu começo com as pequenas coisas que nós aprendemos na escola. Apague as luzes quando você sair do quarto. Feche a torneira quando terminar de escovar os dentes. Separe seu lixo e recycle quando for possível.

SEGUNDA FASE: NÍVEL INTERMEDIÁRIO
Eu logo começo a pensar sobre outras coisas que eu poderia fazer pela casa para reduzir o consumo. Eu deixo as luzes externas ligadas toda a noite por segurança, então eu as troquei por lâmpadas fluorescentes, e as coloquei em um timer. Eu instalei um filtro d’água para parar de beber àgua engarrafada. Durante os dias quentes de verão, eu abro as portas e janelas e deixo a brisa entrar, e deixo o ar condicionado desligado. Eu compro todas minhas músicas no iTunes, evitando dirigir até a loja e sem o cd e capa de plástico. Nós começamos a usar toalhas velhas como trapos, ao invés de toalhas de papel. Quando eu me barbeio, eu mudo para àgua quente apenas para enxaguar as lâminas, e depois volto ao normal.

TERCEIRA FASE: NÍVEL EXPERT
Nós refizemos nosso quintal com babosas, reduzindo nosso uso de água em 50-75%, e também os custos de manutenção caíram na metade, já que essas plantas precisam de menos trabalho e conservação. Ao invés de lavar meu próprio carro na garagem, eu o levo até um lava-jato uma vez por mês. Custa apenas 15 dólares e ao invés de gastar àgua na minha calçada, eles reciclam a àgua deles. Quando nós vamos ao shopping, tentamos e lembramos de levar sacolas de lona reutilizáveis. Compramos e usamos produtos de limpeza biodegradáveis, e produtos e alimentos orgânicos. Menos química nos purificadores e alimentos equivale a menos química na terra e na água.

CHEFÃO – O ÚLTIMO DESAFIO
Esse é o nível em que eu me encontro hoje, e o que pareceu ridículo há uns meses atrás, é algo animador e desafiador agora. Por exemplo, enquanto eu estou esperando a água da torneira esquentar, às vezes eu coloco em um regador e depois uso para molhar as plantas. Nós moramos em LA, então cada galão conta. Além disso, e esse pra mim é o “ULTIMATE”, eu comecei o lance de desligar o chuveiro pra me ensaboar e me limpar, e depois ligá-lo novamente para me enxaguar. Algumas vezes, nada é melhor que um banho quente. Eu não me proibo de tomar um bom banho quente quando eu preciso, mas quando eu estou apressado para ir ao estúdio eu uso o mínimo de água possível.

PLANOS FUTUROS:
Instalar painéis solares no telhado. Colocar aquecedores de àgua tankless.

COISAS QUE EU NUNCA FAREI:
Eu nunca vou deixar meu mijo na privada pra economizar água. Não. Jamais. Se alguém usa o banheiro, dá a descarga TODA HORA. Mas nós também temos vasos sanitários com baixo fluxo. Eu não entendo isso. Talvez um dia, mas agora, não. Essa idéia parece um pouco além das minhas habilidades.

Se você pudesse pedir à todos no mundo para mudar algum hábito, seria: Parem de encharcar seus jardins. Especialmente no sul da Califórnia. Esse lugar é naturalmente um deserto. A água tem que vir de algum lugar. Pense nisso.

*Mudança que você fez no trabalho é: ALERTA – Eu tenho uma Mercedes G-Wagon. Essa droga consome muito combustível. Eu prefiro pegar uma carona. Os ensaios do blink-182 acontecem à uma hora de onde eu moro, então todo dia que nós ensaiamos, eu pego carona com nosso engenheiro, diminuindo assim meu consumo de combustível. Ainda é ruim, mas eu faço o que eu posso.

Maior desafio: Nenhum desses é um grande desafio. Apenas pequenos passos. Eu não sinto como se tivéssemos mudado nosso estilo de vida, e aí eu percebo o quão devagar nós mudamos com o tempo, e estou muito orgulhoso de ser uma pequena parte da solução. Nós ainda vivemos como queremos, nós apenas fazemos escolhas que podem ajudar uma causa maior. Sem segredo, apenas mudando nossos hábitos aqui e ali.

Momento mais orgulhoso: A primeira vez que eu ganhei um Grammy. Uh, espera… isso nunca aconteceu. Bem, então eu acho que foi quando eu achei 25 centavos no chão. Eu estava parado e achei. 25 CENTAVOS DE GRAÇA!!! Ah, sim, e no dia que meu filho nasceu. Mas a coisa dos 25 centavos foi bem legal.

Sonho mais louco: Voltar no tempo e assistir os Beatles gravando.

Meu planeta perfeito é: Este. A boa e velha mãe Terra. Eu gosto do nosso planeta. É divertido. Tem muito pra ver, e muita gente legal pra conhecer. Eu quero ficar por aqui.