Mais uma entrevista sobre o Blinkumentary

Autor Por Danilo Guarniero em 24/11/2009

O site tomsangels.com fez uma entrevista com Haven and Matt da Handsome Randsome sobre o Blinkumentary. Confira abaixo a tradução da mesma:

blinkumentaryinterview

Como vocês entraram no ramo de vídeo?
Com uma câmera, uma boca espeta e sendo legal, até Shaft conseguiria. Falando sério, é só se inspirar, aprender sobre seu trabalho, definir e perseguir suas metas. Qualquer um pode fazer isso.

Qual é a sua formação educacional?
Matt: Eu estudei vídeo e som em Londres.

Haven: Escola e algumas faculdades, uma delas eu estudei filmagem. Alguns trabalhos estranhos que eu nunca mais quero trabalhar ajudaram no meu aprendizado também.

Vocês sabem como o documentário será dividido em capítulos, seções e segmentos?
Sim

Foi fácil de levar a idéia para Mark, Tom e Travis?
Nós chegamos neles com uma idéia inicial mas todos ficaram empolgados mesmo com esse filme quando mostramos um trecho visual da nossa idéia.

Só vocês dois filmaram? E quais foram os desafios que vocês enfrentaram durante a gravação?
Sim, só nós dois filmamos ele. Alguns desafios foram aqueles mosh pits loucos e quando nós mandamos para o fabricante uma câmera que colocamos na bateria do Travis. Ela ficou em pedaços, mas as imagens ficaram épicas.

De onde o Blinkumentary começa?
Desde o anúncio no Grammy.

Vocês têm alguma história sobre fãs loucos ou encontros de fãs durante as filmagens?
Um dos fãs que nós conhecemos tinha exatamente as mesmas tattoos do Travis no seu peito, foi demais. Nós também nos encontramos com um fã suéco de 65 anos que foi pego bêbado em um elevador em Las Vegas. Uma garota também pediu as meias do Haven em Los Angeles. Elas não tinham sido lavadas há dias!

Vocês já haviam viajado como dessa vez antes? Como foi?
Fizemos algumas turnês, mas nada nessa escala antes. Foi como um mundo de fantasia. A energia que os fãs tinham a cada show e assim de Dumpweed começava. Eram 90 minutos de insanidade e no dia seguinte tudo iria começar novamente! Foi uma maneira maravilhos de passar o verão.

Quais foram seus aspectos favoritos e os que menos gostaram de cair na estrada e fazer essa turnê?
Haven: A parte que eu menos gostei foi tomar banho em algum trailer em Pittsburgh e lá não ter toalha. Quando eu saí tinha uma mulher velha fumando um cigarro com todas as cortinas fechadas e esperando por mim. Foi estranho, eu saí de lá rapidamente! A minha parte favorita foi poder estar com todas aquelas pessoas que estavam nos shows, cada um está lá por causa da música. Eles podiam estar lá para trabalhar ou apenas para curtir, mas ainda assim a música está recompensando-os ou apenas o prazer de ver sua banda favorita fazer o que sabem.

O lançamento do documentário está planejado para coincidir com o lançamento do próximo álbum do Blink?
Está a ser determinado.

Estão gravando o Blink durante o processo de gravação do álbum?
Sim, estamos!

Vocês poderiam nos explicar o enredo principal do projeto?
Partes iguais de coisas sensacionais com um toque de humor e queijo de cabra. Servido em um prato de sonhos de criança. Acompanhado por um incrível pedaço de celulóide.

Nós exploramos o passado, presente e futuro da banda. A reunião e a turnê de verão. O novo álbum e as vidas pessoais de cada membro da banda.

Quanto do documentário é filmado em shows em comparação com filmagens do backstage e entrevistas?
Difícil dizer nesse momento, mas terá bastante de ambos. Vai ter o suficiente pra todo mundo. Até mesmo Tiny Tim vai ter conseguir uma mordida!