Entrevista do Mark para o MTV News

Autor Por nath em 08/04/2011

A MTV americana fez mais uma entrevista com o Mark. Dessa vez, ele fala sobre a ausência do pordutor Jerry Finn e os desafios que a banda tem enfrentado para auto-produzir o novo albúm:

Quando o MTV News falou com Mark Hoppus semana passada, ele falou sobre o trabalho em curso da banda para terminar o novo albúm e explicou que boa parte da razão do atraso tinha relação com a agenda cheia dos membros do Blink-182.

Mas também tem um outro motivo que tem causado o atraso no lançamento do albúm – motivo este que, provavelmente, não está recebendo a atenção que merece: a morte do produtor Jerry Finn em 2008. Finn não só dirigiu os 3 últimos albúms de estúdio da banda, mas também serviu como um membro valioso na equipe do Blink-182: era conselheiro, observador imparcial, ajudou a aliviar as tensões e a aprimorar o som da banda. E agora, pela primeira vez desde que gravou o Dude Ranch, em 1997, o Blink-182 está tentando fazer um novo albúm sem ele.

“Nós sempre tivemos Jerry no comando e agora só temos a nós mesmos, sem Jerry lá,” disse Hoppus. “E parece que ele está no estúdio com a gente, nos empurrando na direção certa mas, obviamente, ele não está lá e isso é uma droga, mas nós estamos conseguindo.”

Hoppus já havia comentado sobre a relação de Finn com a banda anteriormente, mas só agora ele explica porque fazer o trabalho de Finn tem sido um desafio tão grande – ele e seus companheiros de banda tiveram que aprender tudo na hora.

“Jerry…sempre foi um tipo de âncora para tudo e ele era a parte imparcial. …Como um artista, você escreve alguma coisa, as vezes faz um grande esforço e por ter trabalhado tão duro em certa parte, significa muito mais para você. E se isso não funcionar para a música, é necessário ter alguém que diga, “Isso não está dando certo. Não importa o quanto você tenha trabalhado nessa série de guitarra, simplesmente não está dando certo. É preciso deixar pra lá,” disse Mark. “E agora nós temos que ser mais honestos um com o outro. Antes nós tínhamos o Jerry para dizer, ‘Sabe de uma coisa, por que você não tenta desse jeito?’ Agora nós é que temos que dizer: ‘Que tal assim?’ “

Somente agora, quase 3 anos após a morte de Finn, o Blink-182 está começando a aprender a trabalhar sem ele. Mas Hoppus disse que a tempestade até agora tem emergido numa forma de uma banda melhor em muitas maneiras.

“Como eu disse, é uma droga não tê-lo conosco,” disse Mark. “Mas isso é só um outro passo no legado do Blink-182.”