nome da noticia

Biografia

Mark Allan Hoppus nasceu em 15 de Março de 1972. Quando ele tinha 8 anos, seus pais se divorciaram e então ele foi morar com seu pai, um engenheiro da marinha na cidadezinha pacata de Ridgecrest na Califórnia. Sua irmã, Anne Hoppus, ficou com sua mãe em San Diego.

Mark se mudou para San Diego novamente após o fim de sua primeira banda, chamada Of All Things, para se formar professor de inglês — pelo menos foi isso o que ele disse a seus pais. Ele continou a procurar por membros para formar uma nova banda. Quando chegou em San Diego, o então namorado da irmã do Mark conhecia um cara que tocava guitarra e também estava procurando gente pra formar uma banda — este cara era ninguém menos que Tom DeLonge. A atual namorada do Mark naquela época não gostou de vê-lo gastando mais dinheiro com a banda do que com “o que era realmente importante”, daí ela o deu um ultimato: ou ele deixava a banda ou estaria tudo acabado. Na verdade, Mark saiu da banda, mas alguns dias depois ele caiu na real e voltou, terminando assim com sua namorada.

Mark tinha a reputação de ser o mais amigável membro do Blink e provou isso sendo o “empresário” da banda no início, conhecendo novos garotos nos shows, assinando contratos, e etc. Alguns também poderiam ver o Mark como o membro mais louco do Blink, já que ele já havia aparecido pelado duas vezes ao vivo na TV. O fato de ele também já ter enfiado uma baqueta na bunda também não diminuiu muito sua fama.

Ele compõe músicas de um modo realmente incrível. Dammit foi escrita em 5 minutos e o riff de guitarra que tem nela foi tocado em um violão muito antigo, que não tinha duas das cordas, então ele tinha que ficar trocando-as o tempo todo.

O baixista é casado com Skye Everly (agora Hoppus), que tinha um emprego na MTV na época em que eles se conheceram — durante a filmagem de All The Small Things. Ele também tem um filho com ela, chamado Jack. O menino nasceu em 5 de Agosto de 2002.

Mark já foi co-proprietário do site LoserKids.com, loja virtual de roupas de skate, juntamente com Tom Delonge. Ela ainda existe, mas ambos venderam suas partes da empresa. Os dois também já foram donos das marcas Atticus e Macbeth, mas Hoppus se desligou das duas. Atualmente, Tom Delonge é o proprietário da apenas da Macbeth.

Após o hiato do blink-182, em 2005, ele se juntou ao baterista Travis Barker para formar o +44, lançando o álbum chamado “When Your Heart Stops Beating”. Apesar de Hoppus nunca ter afirmado que a banda teria acabado, esse é o único trabalho da banda até o momento.

O baixista já produziu diversas bandas. Dentre elas, merecem destaque os álbuns “Commit This To Memory” (2005) e “My Dinosaur Life” (2010) da banda Motion City Soundtrack, e “Not Without a Fight” (2009) do New Found Glory.

Atualmente, Hoppus tem seu próprio programa no canal Fuse, chamado “Hoppus On Music” (antigo “A Different Spin With Mark Hoppus”) que estreou em 2010, onde, ao lado da apresentadora Amy Schummer, ele faz entrevistas e recebe artistas semanalmente para tocarem ao vivo no palco.

Em 2011, Mark se mudou para Londres, mas não deixou que isso afetasse sua rotina com o blink-182 e com o seu programa. Sempre que preciso, Hoppus voa para os EUA para gravar os episódios de Hoppus On Music e compor, gravar e ensaiar com o Blink.

OOOOOPS! A página está incompleta? Nos ajude a completá-la. Envie um email para beta@action182.com com o conteúdo e analisaremos para que muito em breve ele possa estar aqui!