nome da noticia

blink-182

A banda

O INÍCIO

blink-182 é uma banda de pop punk norte-americana que tem na sua formação atual o baixista e vocalista Mark Hoppus, o guitarrista e vocalista Tom DeLonge e o baterista Travis Barker. O trio foi formado em 1992 na cidade de Poway, Califórnia. Na época, a banda se chamava apenas Blink e contava com Scott Raynor, o primeiro baterista.

Em 1994 uma banda irlandesa, que também se chamava Blink, entrou com uma ação na justiça pelo uso do nome e o trio foi forçado a adicionar o “182” no nome. Há que diga que o número tenha algum significado, outro acham que é apenas um número qualquer.

Outra mudança importante na banda foi a saída de Scott Raynor e a entrada do atual baterista, Travis Barker. Mark e Tom pediram para Scott sair em 1998 durante uma turnê pelos Estados Unidos por conta de sérios problemas com bebidas. Os dois ligaram para o baterista e expulsaram-no. Em uma entrevista concedida para o AbsolutePunk em 2004, Scott disse que a razão para ele sair do Blink-182 foi por querer estar em uma banda pequena sem o sucesso que, naquele momento, o grupo estava alcançando. Para o seu lugar, Mark e Tom chamaram Travis que, naquela mesma turnê, estava tocando com o The Aquabats. O baterista ajudou a dupla durante aquela turnê e, no mesmo ano, entrou definitivamente para o Blink-182.

O Blink-182 já vendeu mais de 25 milhões de discos pelo mundo. Sua discografia começou com o lançamento de fitas demo em 1993. “Flyswatter”, uma segunda fitasem nome e “Buddha”, que ganhou uma versão em cd remasterizada pela Kung-Fu Records em 1998 com uma pequena mudança no tracklisting. A música “Carousel”, um dos grandes hits da banda, já estava presente na demo e posteriormente no relançamento.

Em 1994 veio primeiro disco, “Cheshire Cat”, pela Cargo Music,
com a música “Carousel”, mais uma vez, e os single “M+M’s” e “Wasting Time”.
Esse primeiro disco não obteve tanto sucesso comercial. Três anos depois, a banda
lançou “Dude Ranch”, produzido por Mark Trombino e lançado ainda pela Cargo
Music. Esse disco obteve bastante sucesso nos Estados Unidos que o Blink-182 assinou
com a MCA Records e aumentou ainda mais a distribuição do álbum, vendendo mais
de 1,5 milhão de cópias pelo mundo. Este segundo disco contém um dos maiores
hits do trio, “Dammit”. Boa parte das músicas desse disco se tornou sucesso e
podiam facilmente ser lançadas como single. “Pathetic”, “Josie”, “Dick Lips”, “Apple
Shampoo”, “Untitled” são algumas delas.

O SUCESSO

Em 1999, o Blink-182 lançou aquele que veio a ser um dos maiores discos de sua
carreira. “Enema of The State” foi produzido por Jerry Finn, o “quarto membro do
Blink-182”, lançado pela MCA Records e vendeu mais de 15 milhões de cópias pelo

mundo. Músicas como “What’s My Age Again?”, “All The Small Things”, “Adam’s
Song” e “Aliens Exist” ficaram marcadas na trajetória musical da banda e são alguns
dos clássicos do trio. Com o “Enema of The State”, o Blink-182 alcançou tamanha
popularidade que solidificou de vez seu espaço no mainstream com seu pop punk.
Ainda em 1999, a banda lançou o “The Urethra Chronicles”, um documentário dirigido
pelo produtor da banda na época, Rick DeVoe, que mostrava os bastidores da história
da banda, bem como perfomances ao vivo do trio. No início do documentário há
um clipe da música “Going Away To College”. Com todo o sucesso gerado com esse
terceiro disco, o trio resolveu lançar um disco ao vivo chamado “The Mark, Tom and
Travis Show (The Enema Strikes Back!”) no ano 2000. O disco foi gravado em dois
shows na Califórnia, um em São Francisco e o outro em Universal City, em novembro
de 1999. O título do disco veio do nome da turnê da banda, a “The Mark, Tom and
Travis Show Tour”. Com esse disco a banda lançou dois singles, “Man Overboard”, uma
música de estúdio, e a versão ao vido de “Dumpweed”, originalmente do “Enema of
The State”.

Com “Take Off Your Pants and Jacket”, lançado em 2001, a banda continuou com
seu sucesso comercial porém com uma leve mudança musical, comparando-se com
os discos anteriores. O “TOYPAJ” contém os singles “The Rock Show”, “First Date”
e “Stay Together for The Kids”. O álbum vendeu mais de 350 mil cópias, só na primeira
semana, e aproximadamente 4,5 milhões de cópias pelo mundo. Além do álbum, outro
DVD foi lançado: o “Urethra Chronicles II”, documentário que reunia os quatro anos
anteriores do Blink-182, com imagens de shows, making off de clipes, entre outras
coisas. Neste mesmo ano, foi lançada também uma biografia da banda, escrita pela
irmã de Mark, Anne Hoppus. “Tales From Beneath Your Mom” conta a história da
banda desde os primeiros ensaios e trás curiosidades e fotos nunca antes divulgadas
até então.

No ano seguinte, o Blink-182 e o Green Day co-lideraram a “Pop Disaster Tour”, turnê
que contou ainda com a participação das bandas Jimmy Eat World e a já finada Kut
U Up. Toda a tour foi documentada no DVD “Riding In Vans With Boys”, lançado em
2003, que mostra o dia-a-dia da turnê, o backstage e todas as palhaçadas que os
integrantes aprontaram durante os dois meses de estrada.

Ainda em 2002, durante uma pausa do Blink-182, Tom Delonge e Travis Barker se
reuniram com David Kennedy, então guitarrista do Hazen Street, e com o baixista
Anthony Celestino para formar o Box Car Racer. O único álbum da banda, auto-
intitulado, foi lançado em maio e tem participações de Tim Armstrong (Rancid), Jordan
Pundik (New Found Glory) e do próprio Mark Hoppus. Delonge afirma que o BCR não
passava de um projeto e alega que eles não farão mais músicas. Enquanto isso, Travis
se juntava a outro projeto, o Transplants, banda que mistura hip-hop com punk rock,
com Tim Armstrong e Rob Aston. O primeiro álbum da banda foi lançado em outubro

do ano em questão.

O AMADURECIMENTO

Projetos paralelos à parte, o Blink-182 estava de volta à ativa em 2003, para gravar o
quinto álbum de estúdio de sua carreira. Enquanto os outros álbuns haviam demorado
algo em torno de três meses para serem gravados, este levou quase o ano todo.
Lançado em 18 de novembro de 2003 pela Geffen Records, o auto-intitulado álbum
marcou de vez o a mudança no som da banda, com letras maduras e instrumentais
mais trabalhados do que nos discos anteriores. Os singles desse álbum são “Feeling
This”, “I Miss You”, “Down” e “Always”, todos sempre entre os primeiros das paradas
na época. Outro destaque importante é a participação do Robert Smith, vocalista da
banda The Cure, na música “All Of This”. O single “Not Now” foi originalmente lançado
nas edições coreanas e inglesas do álbum.

Em 2004, o Blink-182 embarcou na “DollaBill Tour”, tour pelos EUA e Canadá onde os
ingressos tinham o valor de 1 dólar, como o nome sugere. Em março, Travis quebrou
sua perna, o que os obrigou a cancelar diversos shows na Austrália e no Japão. Ainda
no mesmo ano, a banda entrou em turnê com o No Doubt e fez a última turnê do
Blink-182 antes do “hiato indefinido” que estaria por vir.

O HIATO INDEFINIDO

2005 foi um ano amargo para os fãs da banda. Desde o ano anterior, o blink-182
estava enfrentando tensões entre os membros, o que os levou a anunciar uma parada
por tempo indeterminado. Nesse ano, foi lançada a compilação Greatest Hits, que
inclui os maiores sucessos da carreira do trio e um cover da música “Another Girl,
Another Planet” da banda The Only Ones. A música “Not Now”, originalmente lançada
no Self-Titled em algumas versões, também está presente nesse álbum e foi lançada
como single, marcando o último clipe da banda até então.

Rumores surgiam de todos os lados, dizendo que os três haviam brigado, mesmo que
os membros negassem tudo isso no início. Porém, com o tempo, a verdade começou
a vir à tona: Tom havia se desligado do blink-182 por intermédio de seu empresário, e
teria mudado até seu número de telefone para não manter contato com Mark e Travis.
Depois que a poeira abaixou, os integrantes começaram a montar seus novos projetos:
Tom Delonge formou o Angels & Airwaves, enquanto Mark e Travis montaram o +44.

Nos anos seguintes, os três continuaram com seus projetos. Apesar do +44 não ter
mais lançado nada, Mark e Travis ainda estavam ativos. Hoppus começou a se envolver
com produção de bandas, enquanto Barker fazia participações em álbuns e tinha outro
projeto com Adam Goldstein, o DJ-AM.

O RETORNO

As esperanças dos fãs de ver seus ídolos juntos novamente já estavam esgotadas.
Até que no dia 20 de setembro de 2008, uma notícia pegou todo mundo de surpresa:
Travis Barker havia sofrido um acidente de avião. No Learjet onde Barker estava,
apenas ele e seu companheiro DJ-AM sobreviveram. O baterista ficou internado com
severas queimaduras pelo corpo.

Por sorte, Travis não sofreu danos maiores e só precisava se recuperar. Durante
sua recuperação no hospital, recebeu a visita de Tom Delonge. Após quatro anos,
finalmente o momento que os fãs aguardavam aconteceu: os três voltaram a ser
amigos.

No dia 8 de fevereiro de 2009, os três estavam no palco do Grammy Awards e
anunciaram que o blink-182 estava de volta, para a alegria dos fãs do mundo todo.
Neste mesmo ano, a banda fez uma turnê pelos EUA e Canadá. Posteriormente, em 2010, o blink embarcou em uma turnê pela Europa e Reino Unido, ainda sem nenhuma música inédita no repertório.

2011 – UMA NOVA ERA

– Lançamento single Up All Night
– Lançamento do álbum “Neighborhoods” em 27 de setembro

Shortly before the release of Blink-182, the band embarked on the “DollaBill” tour,
named for the ticket cost of $1 each. They played ten club shows throughout the US
and one in Canada.[24] Barker broke his right foot after a gig in Melbourne, Australia
in March 2004, forcing the band to cancel several shows there and Japan.[25] Blink-
182 toured with No Doubt in the summer of 2004.[26] Two more singles from Blink-
182, “Down” and “Always”, were issued during 2004, the latter celebrating the band’s
longevity.[27] However, tensions were arising in the band as they completed a European
tour in December 2004.[5][28]

Blink-182 is an American pop punk band consisting of vocalist and bass guitarist
Mark Hoppus, vocalist and guitarist Tom DeLonge, and drummer Travis Barker. They
have sold over 25 million albums worldwide since forming in Poway, California in

1992. With original drummer Scott Raynor they released their debut album Cheshire
Cat in 1994 and achieved moderate success with its follow-up, 1997’s Dude Ranch,
which went on to sell over one million copies. Raynor was replaced by Barker midway
through a 1998 tour.

The band achieved greater success with 1999’s multi-platinum selling Enema of the
State, which reached #9 on the Billboard 200 on the strength of the singles “What’s
My Age Again” and “All the Small Things”, the latter of which became the highest-
charting song of their career by reaching #6 on the Billboard Hot 100. Blink-182 gained
popularity for their irreverent sense of humor, and the follow-up album Take Off Your
Pants and Jacket (2001) reached #1 in the United States, Canada, and Germany. The
eponymously-titled Blink-182 followed in 2003 and was a stylistic shift for the group,
infusing experimental elements into their usual pop punk formula which resulted in a
more mature sound.

DeLonge left Blink-182 in early 2005, sending the band into indefinite hiatus. He
went on to form Angels & Airwaves while Hoppus and Barker formed +44. Hoppus
also pursued a career as a television host while Barker continued working in music
as a producer and solo artist. Blink-182 reunited in February 2009 and are currently
recording a sixth studio album.