10 coisas que todo fã de blink-182 deveria saber sobre o Self-titled

Autor Por rutinha em 27/10/2013

O site Gigwise.com listou dez curiosidades sobre esse disco, entre elas a história do seu famoso logotipo, a participação de Robert Smith em ‘All Of This’, alguns singles e mais! Confira abaixo a matéria traduzida:

Cover_tba_300RGB_original

O quinto álbum de estúdio homônimo do blink-182, lançado em 2003, marcou uma grande decolagem no som da banda, e é reconhecido por Mark, Tom e Travis como um verdadeiro “marco histórico” nas suas carreiras.

O álbum era uma coleção de músicas mais maduras do que o humor escatológico dos lançamentos anteriores, Take Off Your Pants and Jacket e Enema Of the State. No entanto, a aposta deu certo, com os críticos aclamando o álbum e os singles “Feeling This” e “I Miss You” se tornando clássicos de fãs instantâneos.

Com a notícia de que o trio californiano estará realizando uma série de shows em homenagem ao décimo aniversário do lançamento do blink-182 [álbum], daremos uma conferida no que se passou nos bastidores, de Robert Smith como convidado ao “laboratório musical”, que resultaram na criação do álbum:

Blink-182-Feeling-This-Del-2003-Trasera - Cópia
 

1. Depois dos projetos Box Car Racer e Transplants, a banda se reuniu em 2003 e decidiu que queria seguir com um som mais maduro no seu novo disco, deixando para trás o humor escatológico do Take Off Your Pants and Jacket. Todos os três membros também se tornaram pais desde o lançamento anterior, o que teve um efeito significativo no processo de escrita. Tom Delonge mais tarde disse à MTV que ele gostaria que as pessoas, ao ouvirem o disco, dissessem: “Espere um minuto… isso é o blink-182?”.

2. O álbum foi gravado em uma casa em San Diego que a banda alugou e converteu em um estúdio. O trio trabalhava em 3 ou 4 músicas a cada dia, em seguida, passavam rapidamente para a próxima. Eles gravaram lá até abril de 2003, quando os donos da casa supostamente os chutaram para fora.

3. O baixista Mark Hoppus descreveu o estúdio como um “laboratório musical“, citando que mais de 70 guitarras e 30 amplificadores, entre 30 e 40 caixas de bateria, 6 kits de bateria e uma variada seleção de mesas de mixagem, teclados e pianos foram usados ​​durante a produção do álbum.

4. A banda é grande fã de The Cure, e enviou a faixa “All Of This” ao vocalista Robert Smith, na esperança de que ele contribuísse. O trio estava preocupado se Smith iria recusar devido à natureza humorística e talvez imatura do seu material anterior, porém Smith lhes disse: “Ninguém sabe o tipo de música que você vai escrever no futuro e ninguém sabe o potencial de qualquer banda. Eu realmente gostei da música que vocês me enviaram.” Ele gravou suas partes na Inglaterra.

1286398_700b
 

5. O projeto paralelo do guitarrista Tom Delonge e do baterista Travis Barker, Box Car Racer, inspirou a natureza experimental do blink-182, com seu som post hardcore levando a banda a tocar com diferentes arranjos musicais. Mark Hoppus disse: “Antes, nós tínhamos um som de guitarra que mudamos um pouquinho do início ao fim do álbum. Desta vez, queremos tentar uma configuração diferente para cada música”.

6. Blink-182 levou de janeiro a agosto para gravar. Álbuns anteriores só tinham levado cerca de três meses. A banda queria estar tão envolvida em todos os aspectos do álbum que a data de lançamento continuou sendo adiada, levando o patrão da sua gravadora a chamar a banda querendo saber quando seria finalizado. Tom DeLonge recorda os últimos dias de gravação como sendo “loucamente estressantes”, com “literalmente horas para transformar (o álbum) para tê-lo pronto a tempo”.

7. A banda criou um logotipo totalmente novo para o álbum, contando com a marca de roupa de Travis Barker, Famous Stars and Straps, para criar a cara sorridente [smile], a imagem ‘vesga’ que decora a frente do álbum. Barker contou que a imagem foi inspirada em logos anteriores de bandas icônicas, dizendo “Só tinha que ser um tipo legal de ‘cara feliz’, mas eu queria flechas. Você sabe, como The Jam era minha banda favorita, eles sempre tinham flechas em seus logos e outras coisas. Foi apenas inspirado no pop-art”.

jam - Cópia
 

8. ‘Feeling This’, o primeiro single eufórico, foi escolhido pela banda como a primeira faixa a ser lançada, pois eles sentiram que representava a transição que tinham sofrido desde o Take Off Your Pants And Jacket. A canção chegou à segunda posição na Billboard Modern Rock Tracks.

9. O segundo single do Blink 182, ‘I Miss You‘, era uma faixa sombria, cativante e pegajosa, que foi a maior marca na decolagem da banda até aquele momento. Inspirado pela música ‘The Love Cats’, do The Cure, foi sem dúvida o maior sucesso do álbum, que alcançou disco de ouro e a oitava posição no Reino Unido.

Blink-182_-_I_Miss_You_cover
 

10. O álbum foi um sucesso de crítica, com os comentadores aclamando a nova e madura direção da banda. A Rolling Stone o apresentou como “mais experimental e mais difícil de bater do que qualquer outra coisa que (a banda) já fez”, enquanto a Entertainment Weekly descreveu o álbum como um “clássico“.

Leia também:

Self-Titled: curiosidades sobre o Smile do blink-182

Curiosidades sobre o disco Enema Of The State